sábado, 16 de abril de 2011

' minha última chance


Vou desenterrando as memórias, buscando em meus pensamentos o que sobrou de você em mim. As lágrimas escorrem sem esforço algum.
Ah, você...
Depois de muito tempo, o sentimento ainda continua vivo. O passado me assombra, o medo de errar outra vez me impede de arriscar.
Tô tentando te esquecer, mas já se tornou impossível.
O que posso fazer agora é aceitar que já não há mais eu sem você, que meu destino é estar ao seu lado. Meus erros me tornaram frágil, mas meu pensamento constante em você me fortalece.
Corro agora contra o tempo e contra todos que querem me manter afastada de ti.
Agora nada mais pode me impedir!
Em meio a multidão me encontro a sua procura, meus olhos te vêem sozinho, com o olhar vago, como se esperasse por alguém. Torço para que esse alguém seja eu.
Um pouco cautelosa, calculando meus movimentos, eu me aproximo e te toco. O toque frio de minhas mãos parece despertá-lo de seus pensamentos. Com um sorriso tento me desculpar.
Meu coraão resulta minha enorme ansiedade, não saber qual será sua reação se torna uma tortura para mim.
Para minha enorme surpresa, você retribui ao meu sorriso e me toma em seus braços em um forte abraço.
Pronto, toda minha tensão e medo de te perder acabam de se tranformar em uma grande chance de te ter de volta...

Nenhum comentário:

Postar um comentário